Tagged: lenda

A Lenda do Ofício – análise crítica: conclusão

Feita a viagem pelos caminhos da Lenda do Ofício, com paragens nos vários apeadeiros que o fluir do tempo foi proporcionando, é tempo de fazer o balanço do que se aprendeu com a jornada, recolhendo esses ensinamentos para uso no prosseguimento da exploração da vereda de nossa vida. Já em...

A Lenda do Ofício – análise crítica: Athelstan

A Lenda do Ofício – análise crítica: Athelstan Chegamos finalmente ao epílogo da Lenda do Ofício. Esta última parte da Lenda tem um fundo histórico há muito conhecido. Registos históricos comprovam que, no tempo do rei saxão Athelstan, foram reguladas por lei as frith-gildan (free guilds em inglês moderno), ou...

A Lenda do Ofício – análise crítica: Santo Albano

A Lenda do Ofício – análise crítica: Santo Albano No texto anterior, analisou-se a chegada da Maçonaria=Geometria=Arquitetura=Arte da Construção em pedra à Europa, segundo a Lenda do Ofício. A partir do texto que hoje se destaca, a Lenda centra-se em Inglaterra, país onde foi criada. A Inglaterra em todo este...

A Lenda do Ofício – análise crítica: Carlos Martel

A Lenda do Ofício – análise crítica: Carlos Martel Finalmente, a Lenda do Ofício chega à introdução do mesmo na Europa. Relembremos esta parte do texto:   Estátua de Carlos Martel no Palácio de Versailles Homens da Fraternidade curiosos viajaram por diversos países, uns para aprenderem mais da arte de...

A Lenda do Ofício – análise crítica: Euclides

A Lenda do Ofício – análise crítica: Euclides Euklides Chegados ao Egito, a Lenda do Ofício apresenta uma história tão desenvolvida e pormenorizada que bem merece uma autonomização como a Lenda de Euclides. Relembremo-la, tendo em consideração que imediatamente antes da passagem ora transcrita, se introduziu Euclides, que aprendeu bem...

A Lenda do Ofício – análise crítica: Abraão

O Sacrifício de Abraão – Capela Palatina do Palazzo dei Normanni, em Palermo Depois de ter referido o estabelecimento da Maçonaria na Caldeia, a Lenda do Ofício efetua uma rápida transição para a sua introdução no Egito. Fá-lo através da invocação de um personagem que a Bíblia efetivamente regista ter...

A Lenda do Ofício – análise crítica: Nimrod

Nimrod A Lenda do Ofício – análise crítica: Nimrod Depois da Torre de Babel, mas continando por terras entre o Tigre e o Eufrates, prossegue a Lenda do Ofício: E o rei da Babilónia, que se chamava Nimrod, era ele próprio um maçon; e amava bem a ciência, e isto...

A Lenda do Ofício – análise crítica: A Torre de Babel

A Torre de Babel – Pieter Bruegel A Lenda do Ofício – análise crítica: A Torre de Babel No último texto, vimos como a Lenda do Ofício relata o achado por Hermes Trimegisto de um dos pilares contendo os ensinamentos de todas as ciências registados antes do Dilúvio e que...

A Lenda do Ofício – análise crítica: Hermes

Prosseguindo a análise crítica da Lenda do Ofício e da sua compatibilidade com a História, deparamos, após a referência aos filhos de Lamech e aos pilares por eles construídos, com a seguinte passagem. O nosso propósito é contar-vos com verdade como e de que maneira foram encontradas as pedras em...

A Lenda do Ofício – análise crítica: antes do Dilúvio

Tendo presente os limites e condicionalismos que apontei no texto anterior, vamos então tentar proceder a uma análise crítica do início da Lenda do Ofício. Para que estejamos identificados, recordemos, então, o que nessa Lenda reza quanto aos tempos antediluvianos: Vou contar-vos como estas valiosas ciências apareceram. Antes do Dilúvio...

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish