Simbologia Maçónica

 

SÍMBOLOS

SIGNIFICADO

Colunas

As colunas assinalam os limites do mundo profano. Situam-se à entrada do Templo, uma significa” Ele estabelecerá” a outra “..em força”.

Compasso

No que diz respeito ao Compasso, uma conotação impõe-se: o sentido dos limites. DANTE celebrava o Deus Arquitecto “Aquele que com o seu compasso marcou os limites do mundo, e regulou, dentro dele, tudo o que se vê e tudo o que está oculto».

O Compasso é um instrumento móvel, a representação do espírito, com os seus dois braços abre em diversos ângulos, combina o Circulo (infinito) com o Ponto (inicio de toda a manifestação).

Cordas

Em torno do desenho está representada uma corda com nós, os Laços de Amor. É mais um elemento carregado de simbologia.

É a imagem da união fraternal, é a representação permanente da Cadeia de União.

Degraus

Nos três degraus consubstanciam-se os planos físico ou material, intermédio ou astral e psíquico ou mental.

Representam os esforços a fazer para a libertação sucessiva dos diversos planos  rumo à espiritualidade.

Delta

Símbolo do equilíbrio de forças (activas e passivas). O Olho é a emanação da vida, o Princípio Criador, o Grande Arquitecto do Universo; o Triângulo é a evocação da Trindade dos elementos.

Esquadro

O esquadro é, como se sabe, um instrumento de arquitectura que serve para traçar ângulos rectos. Daí que, no plano do simbólico, o esquadro represente, por excelência, a rectidão moral.

O Esquadro, um instrumento fixo é instrumento indispensável para tornar a pedra bruta em pedra cúbica.

Lua

Elemento passivo colocado no lado Norte, reflexo da luz original. Opõem e completa o elemento Sol.

Nível

O nível, principio passivo, exprime na sua maior complexidade simbólica que a partir do plano terrestre começa a edificação alicerçada em estratos bem assentes e nivelados.

Pedra Bruta

A Pedra Bruta simboliza as imperfeições do espírito e do coração que deverão ser corrigidas.

Pedra Cúbica

A Pedra Cúbica é a obra prima que o Aprendiz deve realizar com a ajuda do Malhete e do Cinzel.

“A Pedra Cúbica é a obra que constitui o objectivo de cada Maçon : a sua própria perfeição moral e intelectual, e a sua contribuição para o aperfeiçoamento moral e intelectual do ser humano.

Piso Mosaico

O piso de mosaico é formado por lajetas brancas e pretas, alternadas, como um tabuleiro de xadrez.

O simbolismo do Piso de Mosaico, geralmente aceite, é do Bem e do Mal inerentes à existência terrestre. Mas é, também, o Espírito e o Corpo, unidos, mas não confundidos; ou melhor dizer: «espiritualidade» e «materialidade».

A via exotérica é a via larga, alternativamente do branco ao preto e do preto ao branco. O profano terá sempre à frente, por detrás, à direita e à esquerda uma cor oposta à sua; assim se encontram marcadas as múltiplas oposições que se formam a cada pisada.

O Iniciado, pelo contrário, seguirá a via esotérica, a via estreita, que caminha entre o branco e o preto que já não são obstáculos ao seu andamento. A estreiteza deste caminho mostra que não pode ser o do profano.

Prumo

O prumo ou perpendicular, principio activo, é símbolo da profundidade do conhecimento e da sua rectidão – pois a característica principal do prumo é traçar perpendiculares, balizando operações e impedindo desvios.

Sol

Elemento activo colocado no lado Sul representa a luz original. Opõem e completa o elemento Lua.

 

 

Fontes:

  • O Quadro de Aprendiz (Acácio R:.) – Prancha A:.M:. – RLMAD

  • Símbolos e Simbologia em Loja no Grau de Aprendiz do Rito Escocês Antigo e Aceite (Jean P:. G:.) – Prancha M:.M:. – RLMAD

  • A Simbólica Maçónica – Jules Boucher

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish