A Irmandade e a Música

Irmandade e Música

Foi com muita expectativa que entrei para esta Irmandade.

Não posso dissociar deste passo o facto de ter sido sempre um curioso, em termos de leitura, de assuntos relacionados com religiões, história e preocupações sociais.

No entanto foi um passo que necessitou de ser bem amadurecido.

Pelo que se dizia e suspeitava.

Pelo que se subentendia.

Não sabia o que ia encontrar.

E até hoje o que é que se passou?

Li bastante, mesmo muito e compareci sempre. Falei muito com muitos Irmãos e penso que sei muito mais do que sabia.
No entanto, não ajudou muito.

As opiniões desencontradas levam a que as certezas sejam poucas.

A expectativa e as perguntas, em vez de diminuírem, aumentaram.

Sei que tenho um mundo a descobrir.

Encontrei um ambiente fraterno e uma sã convivência.

Encontrei justiça e preocupação.

Encontrei amizade.

Mas também tive uma surpresa.

Foi com especial curiosidade que ouvi:

“A vocês que agora se aproximam
De um novo grau do conhecimento
Prossigam firmes nesta senda
Saibam que é a senda da sabedoria
Que somente com
Dedicação poderá
O homem por ela chegar
Á fonte da luz”

Faz parte da bela canção “Viagem do Companheiro”, escrita por Wolfgang Amadeus Mozart (com letra do i.: m.: Franz Joseph Ratschky), que a estreou na sessão em que seu pai se tomou Companheiro Maçom.

E ouvi outras, todas elas carregadas de beleza e simbolismos a descobrir.

Abriu-se assim uma nova área a descobrir.

Sendo a Música uma das minhas grandes paixões, foi com muita satisfação que verifiquei também existir uma maneira de conjugar esta minha paixão com este novo mundo maçom em que estou a entrar, dando-me assim possibilidade de o conhecer melhor e de uma perspectiva diferente.

É pois com satisfação acrescida que estou aqui hoje e se me é permitido gostaria de terminar com um excerto da Ópera “A Flauta Mágica” (com letra do i.: m.: Emanuel Schikaneder), que com a sua beleza acabaram por integrar o Hino Nacional Austríaco:

Irmãos, entrelacemos as nossas mãos
Terminemos os trabalhos ao som
Do nosso alegre cântico
Assim como a nossa cadeia envolve
Esse lugar sagrado
Assim também possa envolver
Todo o globo terrestre

J:.F:.- R:.L:.M:.A:.D:. (6002)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish