Publica textos no rlmad.net – Rui Bandeira

Rui Bandeira

Quando pedi ao Rui Bandeira que me enviasse a sua Biografia, já que é uns dos autores que mais textos publica, respondeu-me com a sua habitual atitude de quem gosta de ser discreto (espero não estar a cometer uma indiscrição):

António:

A minha biografia é muito desinteressante: nasci em 1955, licenciei-me em Direito em 1976 e sou Advogado desde dois anos depois. Fui solteiro até me casar e permaneço casado desde então. Fui profano até ser iniciado maçom e permaneço maçom desde então.

Quando a normal evolução da vida o determinar, um dia deixarei de ser advogado, um dia deixarei de ser casado, um dia deixarei de ser maçom. Se tiver sorte, esse dia será o mesmo: aquele em que passarei ao Oriente Eterno.

Se quiseres ter o trabalho e a imaginação de escrever algo mais, em anexo mando-te o meu CV, profano e maçónico.

Em resumo: uma sensaboria...”

Vindo de quem vem, esta “introdução” diz quase tudo sobre quem a escreveu.

BIOGRAFIA

(editada para retirar dados pessoais)

Rui Jorge Ferreira Bandeira, 62 anos, Advogado
Nascido em 21/8/1955
Fluente em francês e inglês.
Endereço de correio electrónico: bandeira.rui@gmail.com

Profissionalmente…

  • Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em 1976.
  • Advogado, em prática individual, desde 1978
  • Consultor Jurídico da Guarda Nacional Republicana, Direcção de Justiça e Disciplina

Maçonicamente…

  • Iniciado Aprendiz maçom em Dezembro de 1989, em Bonn, Alemanha, na Loja Miguel de Cervantes y Saavedra, n.º 940, (loja de língua castelhana da Grossloge der Alten Freien und Angenommenen Maurer von Deutschland (Grande Loja dos Maçons Livres Antigos e Aceites), uma das cinco Grandes Lojas Regulares Alemãs federadas na Vereignite Grosslogen von Deutschland (Grandes Lojas Unidas da Alemanha).
  • Passado a Companheiro maçom em 4 de Outubro de 1990, em Bonn, Alemanha, na Loja Miguel de Cervantes y Saavedra, nº 940.
  • Admitido, com o grau de Companheiro, em 14 de Dezembro de 1991, na Loja Mestre Affonso Domingues, nº 5, cujo Quadro de Obreiros continua a integrar.
  • Elevado a Mestre Maçom na Loja Mestre Affonso Domingues, nº5.
  • Cumpriu diversos mandatos como Oficial do Quadro da Loja, nos ofícios de Guarda Interno, Mestre de Cerimónias, Hospitaleiro, Orador, Secretário e 1º Vigilante.
  • Exerceu em substituição esporádica de Oficiais do quadro impedidos, todos os ofícios em Loja.
  • Exerceu o ofício de Venerável Mestre da Loja Mestre Affonso Domingues, nº 5, em 1999/2000 e em 2017/2018. Exerceu a função de Ex-Venerável da Loja em 2000/2001.
  • É um dos animadores do blogue dos Mestres Maçons da Loja Mestre Affonso Domingues, A Partir Pedra.
  • Exerceu o ofício de Vice-Grande Correio Mor da GLLP/GLRP entre 2007 e 2009.
  • Exerceu o ofício de Grande Correio Mor entre 2009 e 2010.
  • Exerceu o ofício de Grande Primeiro Vigilante entre 2010 e 2014.
  • Agraciado com o diploma de persona grata pelo Muito Respeitável Grão-Mestre (hoje Muito Respeitável Antigo Grão-Mestre) Mário Martin Guia.
  • Foi nomeado, por Decreto do então Muito Respeitável Grão-Mestre Mário Martin Guia, Grande Correio Mor de Honra.
  • Grande Oficial da Ordem Gomes Freire de Andrade.
  • Exerceu a função de Secretário-Geral da Academia Maçónica da GLLP/GLRP, entre 2014 e 2017, por nomeação do Muito Respeitável Grão-Mestre Júlio Meirinhos, tendo solicitado a sua exoneração para assegurar o ofício de Venerável Mestre da R. L. Mestre Affonso Domingues.

Acrescento eu:

É talvez o autor Português mais lido sobre a temática maçónica, dado o enorme acervo de textos que tem publicados e reproduzidos em Páginas (como gosta de lhes chamar) maçónicas de idioma Português, um pouco por todo o mundo.

O seu contributo para a Ordem e para a Grande Loja Legal de Portugal, no geral, e para a R:. L:. Mestre Affonso Domingues, em particular, são notórios e nunca conheci ninguém que não lhe reconheça o valor que tem, como homem e como maçon. É claramente um exemplo a seguir!!!

Já agora, dá-me a HONRA de ser um dos meus padrinhos na Maçonaria (os maçons têm normalmente um único padrinho… eu tenho três… um destes dias explicarei porquê).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish