A identidade da Loja

Cada Loja maçónica adquire ao longo do tempo uma identidade própria, que a distingue, sem dificuldades, das restantes. Essa identidade começa a construir-se pelas circunstâncias do seu aparecimento (Loja essencialmente com obreiros oriundos de outra Loja: decisão consensual ou conflitual?; Loja de caráter genérico ou Loja criada com um objetivo...

Maçonaria e intervenção na Sociedade

Da predisposição de ambas as correntes relativamente ao papel mais ou menos ativo, mais ou menos institucionalmente interventivo, da Maçonaria na Sociedade decorrem assinaláveis diferenças na intervenção política. A Maçonaria Regular não busca ter qualquer intervenção política em termos institucionais. Porque intervenção política implica confronto de ideias, entende que é...

A trolha

A Maçonaria utiliza os artefatos e ferramentas ligados à atividade da construção como símbolos ilustrativos dos ensinamentos que procura transmitir e preservar. É o caso, por exemplo, da trolha. A trolha, ou colher de pedreiro, é uma ferramenta do ofício da construção utilizada para separar, transportar, projetar ou colocar argamassa,...

O trabalho fora de Loja: Segundo Vigilante

Ao Segundo Vigilante de uma Loja maçónica compete, além do exercício das funções rituais, a coadjuvação do Venerável Mestre na administração da Loja, em conjunto com o Primeiro Vigilante, e, sobretudo, a superintendência no trabalho e na formação dos Aprendizes. Quanto ao seu papel na administração da Loja, se nele...

A Maçonaria e as Novas Tecnologias de Informação e Comunicação…

A Respeitável Loja Mestre Affonso Domingues Nº5, Loja que acolhe os membros deste blogue, encontra-se inserida na denominada e reconhecida Maçonaria Regular, Maçonaria esta com um aspeto mais conservador e tradicional, uma vez que respeita e faz por respeitar os Landmarks maçónicos consagrados pela Grande Loja Unida de Inglaterra. Mas...

Esquadro e compasso

Talvez o mais conhecido dos símbolos da Maçonaria seja o que é constituído por um esquadro, com as pontas viradas para cima, e um compasso, com as pontas viradas para baixo. Como normalmente sucede, várias são as interpretações possíveis para estes símbolos. É corrente afirmar-se que o esquadro simboliza a...

Sobre o Método Maçónico (III)…

Já em dois textos anteriores que podem ser consultados aqui abordei como assunto o Método Maçónico e hoje volto ao mesmo tema para complementar o que foi anteriormente publicado. O designado “Método Maçónico” é um processo refletivo, seja ele autónomo (pessoal) ou coletivo (na forma de debate). Na sua forma...

Sobre o Método Maçónico (II)…

Um pouco por todas as correntes do pensamento humano, a “dúvida” sempre esteve presente e como tal foi precursora de Conhecimento. Se nos casos dos Racionalistas e Existencialistas, a dúvida foi a “catalisadora” do ato de pensar, nas correntes Positivistas, Cepticistas e Empiristas da Filosofia foi mesmo a base do...

Sobre o Método Maçónico…

Muito se fala e especula sobre o que é e o que será o tão propalado Método Maçónico. Ele não é mais que um método de busca, estudo e aprendizagem que auxilia o maçom ao longo da sua vida. Tal como outros métodos de estudo ou de vida, ele não...

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish