A flor da miosótis

A profusão de irmãos, nos quais me incluo, que actualmente ornamentam a sua lapela com a flor da miosótis, também conhecida por “Forget-me not” despertou-me a curiosidade de saber mais alguma coisa acerca do seu simbolismo, dado que a minha idade simbólica de três anos apenas me permite a percepção...

Júlio Meirinhos – Novo G:. M:.

Em votação a nível nacional, na qual puderam participar todos os Mestres que reunissem as condições necessárias, foi eleito como novo G:.M:. da Grande Loja Legal de Portugal / Grande Loja Regular de Portugal, o I:. Júlio Meirinhos. A R:.L:. Mestre Affonso Domingues, bem como o seu Website, colocam-se desde...

Vigésimo terceiro V:.M:. – Rui S.

Foi eleito para o exercício do ofício de Venerável Mestre em julho de 2012. Foi instalado na Cadeira de Salomão no início do ano maçónico de 2012/2013, para exercer o ofício até à instalação do seu sucessor, prevista para ocorrer no início do ano maçónico subsequente. Sucedeu ao Venerável Mestre...

Origem e primórdios do Rito Escocês Antigo e Aceite – o Discurso do Chevalier Ramsay

Andrew Michael Ramsay (1686-1743), também conhecido por Chevalier Ramsay, foi um teólogo e escritor escocês que viveu a maior parte da sua vida adulta em França, como jacobita exilado. Estudou teologia nas Universidades de Glasgow e Edimburgo, tendo-se graduado em 1707. Em 1708, foi viver para Londres, tendo-se relacionado com...

Origem e primórdios do Rito Escocês Antigo e Aceite – hipótese sobre o nome

O exílio dos Stuart em França originou que grande parte da nobreza católica, particularmente escocesa, mas também católicos ingleses, se refugiasse também em França. Muitos desses nobres eram já maçons Aceites. Foram-se constituindo e reunindo em França as primeiras Lojas maçónicas, Lojas maçónicas dos “Escoceses”, que reproduziam os rituais que...

Entrevista com Mário Martin Guia

Porquê uma Maçonaria Regular masculina? O terceiro Landmark (Regra fundamental da Maçonaria Regular), dispõe: A Maçonaria Regular é uma Ordem, à qual não podem pertencer senão homens livres e de bons costumes, que se comprometem a pôr em prática um ideal de paz. A primeira noção que o terceiro Landmark...

Origem e primórdios do Rito Escocês Antigo e Aceite – Antecedentes em Inglaterra

Para se entender as circunstâncias do surgimento e estabelecimento do REAA, há que começar por relembrar alguns factos anteriores, quer especificamente relacionados com a Maçonaria, quer factos históricos em geral. As Lojas operativas de construtores em pedra regulavam o ofício e transmitiam os ensinamentos a ele inerentes, conjuntamente com normas...

Porquê “meu irmão”, e não “meu amigo”?

Os maçons tratam-se, entre si, por “irmão”, tratamento que é explicitamente indicado a cada novo maçon após a sua iniciação. Imediatamente após terminada a sessão de Iniciação é normal que todos os presentes cumprimentem o novo Aprendiz com efusivos abraços, rasgados sorrisos e, entre repetidos “meu irmão”, “meu querido irmão”...

A burocracia e a Loja

Uma Loja maçónica não se dedica apenas ao estudo do simbolismo, ao compartilhamento de saberes, experiências, opiniões, reflexões, nem à execução e aperfeiçoamento rituais, nem ainda às cerimónias próprias da Arte Real. Uma Loja maçónica tem também que assegurar a parte burocrática do seu funcionamento.Muitas Lojas têm, por natureza, esse...

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish