O malhete

Termino hoje uma pequena série dedicada a referenciar blogues dedicados à temática da Maçonaria, aos quais, aqui no A Partir Pedra, reconhecemos qualidade e interesse. Para nós, blogues de qualidade de temática idêntica à nossa não são concorrência nem ameaça. São blogues irmãos, todos difundindo um ideal comum e fonte...

Por que são secretos os rituais maçónicos

Como se disse já, a Maçonaria tem apenas três tipos de segredos: os rituais, os meios de reconhecimento e a identidade dos seus membros. Debrucemo-nos hoje sobre os rituais. Recordo claramente o “ritual” de início de cada dia de escola: entrávamos todos em fila, ordeiramente e em silêncio, colocávamo-nos em...

Arte Real – Trabalhos Maçônicos

O blogue Arte Real – Trabalhos Maçônicos é administrado pelo Irmão Paulo Edgar Melo, Mestre Instalado da Augusta e Respeitável Loja Simbólica Cedros do Líbano, n.º 1688 do Grande Oriente do Brasil, que trabalha no Rito Escocês Antigo e Aceite, ao Oriente do Rio de Janeiro. Este blogue foi, assumidamente,...

Cerimónia de iniciação e Iniciação

Como é sabido, a admissão na Maçonartia ocorre através de uma Cerimónia de Iniciação do interessado. Através dessa Cerimónia, o interessado adquire formalmente a condição de maçom. Mas adquire em que termos? É maçom enquanto continuar a integrar uma Obediência maçónica, ou a aquisição dessa qualidade é vitalícia, isto é,...

A Irmandade Maçónica

A forma habitual de tratamento entre maçons é por “Irmãos”. Irmão porque a Maçonaria é uma fraternidade, logo traduzido literalmente “fraternidade” por “irmandade”, sendo os “fraters”, “irmãos” entre si. Todavia, mesmo não sendo irmãos de sangue – que os há! – e inclusive de não fazerem parte da mesma família...

Do ritual

Todas as sessões de Lojas maçónicas se processam segundo um ritual padronizado. Cada sessão de cada Loja inicia-se sempre da mesma maneira, repetindo-se sempre as mesmas palavras, efetuando-se as mesmas ações. E igualmente termina também sempre da mesma maneira, com as mesmas palavras e ações que foram ditas e executadas...

Pavimento Mosaico

Em todas as Lojas maçónicas regulares está presente, em todo ou em parte do solo da sala onde ocorrem as sessões de Loja, um pavimento mosaico, constituído por um conjunto de quadrados brancos e negros, colocados alternadamente entre si. O símbolo remete claramente para a dualidade – mas também para...

A identidade da Loja

Cada Loja maçónica adquire ao longo do tempo uma identidade própria, que a distingue, sem dificuldades, das restantes. Essa identidade começa a construir-se pelas circunstâncias do seu aparecimento (Loja essencialmente com obreiros oriundos de outra Loja: decisão consensual ou conflitual?; Loja de caráter genérico ou Loja criada com um objetivo...

Maçonaria e intervenção na Sociedade

Da predisposição de ambas as correntes relativamente ao papel mais ou menos ativo, mais ou menos institucionalmente interventivo, da Maçonaria na Sociedade decorrem assinaláveis diferenças na intervenção política. A Maçonaria Regular não busca ter qualquer intervenção política em termos institucionais. Porque intervenção política implica confronto de ideias, entende que é...

A trolha

A Maçonaria utiliza os artefatos e ferramentas ligados à atividade da construção como símbolos ilustrativos dos ensinamentos que procura transmitir e preservar. É o caso, por exemplo, da trolha. A trolha, ou colher de pedreiro, é uma ferramenta do ofício da construção utilizada para separar, transportar, projetar ou colocar argamassa,...

O trabalho fora de Loja: Segundo Vigilante

Ao Segundo Vigilante de uma Loja maçónica compete, além do exercício das funções rituais, a coadjuvação do Venerável Mestre na administração da Loja, em conjunto com o Primeiro Vigilante, e, sobretudo, a superintendência no trabalho e na formação dos Aprendizes. Quanto ao seu papel na administração da Loja, se nele...

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish