Categoria: Maçonaria

Videos Maçónicos

Videos Maçónicos Os videos que se apresentam são uma selecção do que é possível encontrar na Internet. Não sendo da nossa autoria, poderão conter erros ou imprecisões, pelas quais não somos responsáveis. Embora muitos dos videos sejam de divulgação, contêm sempre alguma informação que pode ser útil para quem quer...

Em Tempos de Acácias

EM TEMPOS DE ACÁCIAS EM TEMPO DE LÓTUS, LÍRIOS E ACÁCIAS… Jamais perder o momentode encontrar na bocaum sorriso… Jamais perder a esperançade encontrar na curvaum caminho… Jamais perder a certezade encontrar no murouma porta… O lótus pode sero momento de glóriada lama… O lírio pode sero encontro da pazna...

York Rite Freemasonry

Uma introdução aos três corpos do Rito de York: O RoyalArch, O Cryptic Council e o Knights Templar. produzido pleo Grand Commandery of Knights Templar of Indiana e criado por Christopher Hodapp, autor de “Freemasons for Dummies” e de “Templar Code for Dummies”

O Verdadeiro Segredo Maçónico

O verdadeiro Segredo Maçónico…É um segredo de vidaE não de ritualE do que se lhe relaciona.Os Graus Maçónicos comunicam àqueles que os recebem,Sabendo como recebê-los,Um certo espírito,Uma certa aceleração da vidaDo entendimentoE da intuição,Que actua como uma espécieDe chave mágica dos próprios símbolos,E dos símbolosE rituais não maçónicos,E da própria...

Mestre e Aprendiz

Costumo invocar com frequência a noção de que o Mestre maçon deve considerar-se um eterno Aprendiz, se quer ser digno de ser considerado Mestre. Também me relembro com frequência que ser maçon é um percurso de auto-aperfeiçoamento, sempre dinâmico, sempre inacabado, sempre em execução. Um dos marcos desse caminho é...

O Templo de Salomão

Um poema escrito por um Aprendiz – vale a pena ler Esculpido foi aquele templo No tempo de Salomão. Como que pedra cúbica sobre pedra cúbica, Cada pedra, cada ponta, Aponta-me um novo mundo: – O Templo de Salomão! Oh! Como são belas as colunas… Ícones da maçonaria! A fraternidade...

Reintegração do Companheiro (III)

O novo Companheiro não necessita de se integrar no grupo. Essa tarefa já deverá estar assegurada e concluída. Mas deve reintegrar-se nele, à luz do seu novo estatuto, do grau a que ascendeu. Três atitudes deve ter como prioritárias: diligência, disponibilidade e independência. Diligência para efectuar os novos trabalhos que...

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish