Categoria: Pranchas Públicas

A Irmandade e a Música

Irmandade e Música Foi com muita expectativa que entrei para esta Irmandade. Não posso dissociar deste passo o facto de ter sido sempre um curioso, em termos de leitura, de assuntos relacionados com religiões, história e preocupações sociais. No entanto foi um passo que necessitou de ser bem amadurecido. Pelo...

O Silêncio e a União

O Silêncio e a União Ou de Harpócrates á Fraternidade Desce o primeiro dia que o que se passa em Loja tem sido uma sequência de mistérios. A pouco e pouco alguns vão-se revelando, pelo menos parcialmente. De todos os que tomei conhecimento, ou de que me apercebi, houve dois...

As Quatro Colunas

(Após estar entre colunas e ter recebido do V. M. autorização para iniciar a apresentação da sua prancha, o obreiro declara: Ob.: À Glória do Grande Arquitecto do Universo! Venerável Mestre, necessito do auxílio do Mestre de Cerimónias. O V. M., deferindo o tácito pedido de autorização para movimentação em...

Maçonaria e Ambiente

Maçonaria e Ambiente I – Intróito: desculpem lá, mas… O Muito Respeitável Grão-Mestre da GLLP/GLRP solicitou aos Irmãos da Obediência que procurassem reflectir e elaborar trabalhos sobre a temática do ambiente. A Maçonaria Regular não discute opções políticas, mas não ignora os grandes temas da Civilização e da Sociedade e...

De uma Loja de S. João

Venerável Mestre, Estimados Irmãos em todos os vossos Graus e Qualidades, Liberto, pelo silêncio, da obrigação de intervir, e reduzida a minha participação a um mínimo essencial, tenho sido em Loja quase só olhos e ouvidos. A boca, uso-a – fora de Loja – essencialmente para perguntar. Tenho aprendido muito...

O Mosteiro da Batalha

Mestre Affonso Domingues, o patrono desta Loja Maçónica ficou historicamente ligado à construção do Mosteiro da Batalha, existindo até uma eventual lenda que o coloca durante aiguns dias debaixo de um abóboda, como prova da sua crença em como a abóboda iria resistir ao seu próprio peso. Admite-se que D....

Música em Sessão de Iniciação

Alinhamento musical para uma Sessão no 1º Grau do R:.E:.A:.A:. durante a qual decorreu a Iniciação de Profanos José Ruah MM Desde que assumi o encargo de substituir o Organista Titular por impossibilidade deste, tendo vindo a preparar cada sessão com um tema. Se nas sessões mais simples apenas preparo...

O Conflito de Religiões

1º Congresso Internacional da MaçonariaCCB, 25 de Junho de 2006 Intervenção no tema: O Conflito de Religiões   Como pode a Maçonaria, no seu Universalismo e Tolerância, contribuir para o Amor, a Fraternidade e a Paz entre os Homens, no respeito de cada um pelo seu Deus e pelo Deus...

Cargos de Oficial e Progressão no R:.E:.A:.A:. – Lojas Azuis

Cargos de Oficial e Percursos de ProgressãoR:.E:.A:.A:. – Lojas Azuis Por José Ruah M:.M:. Caríssimos II:. Nem todos os Aprendizes chegam a Companheiro, destes nem todos chegarão a Mestre Maçon. Seguramente que apenas alguns dos Mestres chegarão a Venerável Mestre. E Esta deve ser uma das regras fundamentais de qualquer...

Prancha com tema a designar

V:.M:., e a todos os meus II:. nos vossos Graus e Qualidades, aqui me apresento hoje para vos apresentar uma prancha, espero que no final useis da vossa reconhecida acutilância para a comentarem, questionarem, triturarem e outras coisas acabadas em  “arem”. Por que como vos disse já é minha opinião...

Escultura Gótica

Só no final do séc. XIII se dá a difusão do Gótico em Portugal. Coimbra, a residência dos Reis entre 1139 e 1383 transformou-se, a par Lisboa e Évora, num dos principais centros da arte escultórica gótica. A quantidade de trabalho devia-se essencialmente à escultura tumular, que deve alguma das...

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish