Categoria: Pranchas Públicas

O Vigésimo Primeiro Venerável Mestre

Tem o cronista, para o efeito eu próprio, que começar por pedir desculpa por em tempo devido não ter anunciado a eleição do ora empossado Venerável Mestre da Loja Mestre Affonso Domingues. Na sessão de 27 de Outubro, foi instalado o Irmão A. Jorge, ele também cronista deste blog e...

Maçonaria e Intervenção na Sociedade

Venerável Mestre, Meus muito queridos Irmãos em todos os seus Graus e Qualidades Da Respeitável Loja Mestre Affonso Domingues: Maçonaria e Intervenção na Sociedade “Os limites da minha linguagem denotam os limites do meu Mundo”, como escreveu Wittgenstein é a epígrafe desta minha primeira prancha, que submeto ao superior juízo...

A Identidade Social

Venerável Mestre, Estimados Irmãos em todos os vossos Graus e Qualidades, Idos são os tempos em que cada sociedade, cada cultura, cada etnia, vivendo no seu próprio território, alheia de outros pensamentos e modos de vida, apurando as suas próprias idiossincrasias, ignorava a própria existência de modos de vida diferentes...

Perguntas ….

Perguntas… Há uma pergunta que ultimamente me tem vindo recorrentemente à cabeça: Por que será que temos um nível tão elevado de desistências e/ou de não comparências em Loja? Normalmente, o que nos leva a desistir de algo é um sentimento de expectativas não correspondidas, acompanhado pela sensação de que...

Segredo Maçónico

Segredo Maçónico Venerável Mestre e a todos os meus irmãos em todos os graus e qualidades. Décimo primeiro landmark: “Os maçons contribuem pelo exemplo activo do seu comportamento são, viril e digno, para o irradiar da Ordem no respeito do segredo maçónico” Sabemos que o “segredo maçónico” nunca teve a...

A Pedra Bruta

Em velho e amarelecido volume, bastante “picado” pelas manchas de humidade, que conheceu a letra de forma em Paris, no já longínquo ano de 1874, encontrei uma das múltiplas definições para “pedra bruta”. Editado pela conceituada Aillaud Guillard & C.ª – livreiros de Suas Magestades o Imperador do Brasil e...

Livre e de Bons Costumes

Querido Venerável Mestre, Queridos Irmãos em todos os graus e qualidades, “Livre e de bons costumes” é uma expressão que se usa com bastante frequência para descrever um maçon. É igualmente usada em determinadas circunstâncias quando pretendemos acentuar a nossa condição de maçons, e como tal dizemos: “sou livre e...

Os Símbolos, os Mitos e o Aprendiz

Meus Irmãos: Ao fim de mais de ano e meio como Aprendiz, ao fazer a minha primeira prancha e logo no Solestício de Verão, sinto a responsabilidade de demonstrar tudo aquilo que deveria ter, não só aprendido, como introjectado, do conhecimento esotérico do Maçon que quero ser, na Maçonaria a...

Maçonaria – Que Objectivos, Que Futuro?

Queridos II:., A – Introdução No fundo, falar neste tema, é analisar a Maçonaria numa perspectiva da disciplina que estuda a “Evolução e Sobrevivência das Organizações”. Mas, se pensamos que estamos bem, porquê sequer pensar em analisar a situação:. Se calhar porque não estamos assim tão bem ou porque o...

Quando um Burro Fala os Outros Baixam as Orelhas

Historicamente, a função de orador tem a sua origem nas lojas francesas e escocesas, não existindo, ou existindo facultativamente nas lojas anglo-saxónicas ou, mais recentemente, nas americanas. Ainda, historicamente, a função de orador surge referida com notas públicas, pela primeiro vez, em 1737, na descrição das Oficinas da Loja Francesa...

A Iniciação

A primeira, e virtualmente a mais marcante, experiência que se tem ao ingressar na nossa Augusta Ordem, é a nossa Iniciação. É pela Iniciação que se deixa de estar “pro fanum” (profano, o que está diante, perante, o templo), é pela Iniciação que se adquire a condição de M:., e...

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish