Autor: Rui Bandeira

Do Zénite ao Nadir

O local onde os maçons se reúnem é por estes designado de Templo. Embora tal não seja absolutamente necessário, por regra esse local está profusamente recheado (decorado, dizem os maçons) de objectos e referências que constituem símbolos. A observação desses símbolos, a atribuição do seu significado e a elaboração sobre...

Carta aberta às cunhadas

(Os maçons tratam-se entre si por Irmãos; assim sendo, as mulheres dos maçons são por estes coloquialmente referidas por “cunhadas”) Queridas e nunca suficientemente exaltadas companheiras de nossas vidas: Bem sabemos nós que vós, luzes de nossos olhos, apreciais a nossa companhia – quase tanto como nós apreciamos a vossa....

Vigilantes

Anéis de 1.º e de 2.º Vigilante, com as iniciais das designações em língua inglesa: Senior Warden e Junior Warden)     Os membros das Lojas Maçónicas estão divididos em três categorias, Aprendiz, Companheiro e Mestre, segundo a sua antiguidade e a sua evolução na tarefa de auto-aperfeiçoamento que constitui...

Venerável Mestre

Este blogue, como repetidamente tenho frisado, destina-se a ser lido por maçons e por não maçons. Os maçons estão habituados a usar termos ou expressões cujo significado lhes é familiar, mas que pode ser de difícil ou impossível entendimento para quem não for maçon. Sempre que me apercebecer que pode...

A Ilha do Maçon

No Estado da Louisiana, a 107 Km a Leste de New Orleans, integrada no condado de Saint Bernard, situa-se a Freemason Island. a ilha mais ao Sul das “back islands” do arquipélago Chandeleur. É uma pequena ilha – aliás reduzida em 2004, em consequência do furacão Ivan – mas, para...

Diversidade

A Maçonaria é, por vezes, vista do exterior como uma instituição fechada, imutável, dotada de uma grande coesão, que atua em bloco. Esta visão não é, nem de perto, nem de longe, correta. Pelo contrário, a Maçonaria é dotada de uma invulgar diversidade, agrupando sob a mesma genérica denominação, realidades...

As Lojas e a Grande Loja: conceção simbiótica

Expus em dois dos últimos textos as conceções polarizadas que podem existir nas relações entre as Lojas maçónicas e a respetiva Grande Loja ou respetivo Grande Oriente, essencialmente a que dá prevalência àquelas sobre esta ou este e a que assenta no pressuposto precisamente contrário. Efetuei, ainda que brevemente, a...

Mensagem de Boas Vindas do Venerável Mestre

Bem-vindo ao espaço na Internet da Loja Mestre Affonso Domingues! A Loja Mestre Affonso Domingues é uma Loja maçónica integrada na Grande Loja Legal de Portugal/GLRP. Formou-se ainda antes da formal constituição da Grande Loja Regular de Portugal (hoje Grande Loja Legal de Portugal/GLRP), como Loja pertencente ao Distrito de...

Mário Martin Guia – maçom bom

Mário Martin Guia passou ao Oriente Eterno na madrugada da passada sexta-feira, dia 30 de junho de 2017. Ao princípio da manhã, alguém colocou a informação numa rede social. Ao longo desse dia multiplicaram-se as mensagens de pêsames e de homenagem ao extinto. O que impressionou não foi a rapidez...

As Lojas e a Grande Loja: conceção centralista – e sua crítica

A Maçonaria só se estabeleceu, expandiu e evoluiu a partir da criação de Grandes Lojas. O relacionamento internacional faz-se entre Grandes Lojas e ou Grandes Orientes, não diretamente entre Lojas. A estrutura logística de funcionamento e de reunião é assegurada pelas Grandes Lojas e são estas quem efetua a coordenação...

O Venerável Mestre, o Grão-Mestre e os obreiros da Loja

O meu último texto, que intitulei A aventalite, mereceu vários comentários, quer neste blogue, quem numa rede social onde o mesmo foi publicado. Um dos comentadores fez uma afirmação que merece nela nos detenhamos. Rezava esse comentário, na parte que aqui interessa: “(O Venerável Mestre) como todos sabemos e conhecemos...

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish