Author: António Jorge

solidariedade

Solidariedade maçónica…

Nos tempos que correm, quando o Homem se encontra mais preocupado com seu “umbigo”, existir alguém com a capacidade e a vontade em auxiliar quem necessita é uma das melhores atitudes que poderemos ter para com o nosso semelhante.  E quando se auxilia alguém sem se esperar qualquer tipo de...

Vigésimo nono V:.M:. – Rui Bandeira

No 29º Veneralato os Obreiros da RLMAD não puderam dar continuidade ao processo de escolha do seu V∴ M∴ seguindo o sistema habitual da Loja instituído há muitos anos. Este tema da eleição do V∴ M∴ na RLMAD já foi aqui abordado e explicado há algum tempo (Ler AQUI) e sempre...

Prancha de proficiência

Na Loja Mestre Affonso Domingues, um dos requisitos necessários para que um Aprendiz seja elevado a Companheiro ou para que um Companheiro seja Exaltado Mestre Maçom é a apresentação em Loja de uma prancha, isto é, de um trabalho elaborado pelo obreiro. Em regra, o tema desse trabalho é escolhido...

A música da Maçonaria

Descobri um sítio com um manancial importante de informação sobre música e maçonaria. Se o Ruah, atual Mestre da Harmonia da Loja Mestre Affonso Domingues (esta Prancha é de 2008), não o conhece já, ser-lhe-á certamente útil passar por lá. Mas não só ele. Qualquer outro maçon, exerça ou não...

olho

O “Grande Arquitecto Do Universo” é uma divindade maçónica?

É conhecido o facto de os maçons se referirem ao Criador como o “Grande Arquitecto Do Universo”. Todavia, muitos equiparam essa expressão a outras, próprias de cada culto ou religião, no sentido de considerar o “Grande Arquitecto Do Universo” uma “divindade maçónica”, assim como se pode dizer que Krishna é...

utopia

Os construtores da Utopia

Desde que, no século XVI, Thomas More inventou a palavra e dela fez título de uma das suas obras que se designa por Utopia a sociedade ideal, perfeita. Em termos sociais, os maçons procuram contribuir para a construção dessa Utopia. Fazem-no desde logo procurando melhorar a qualidade dos materiais de...

Maçonaria “tóxica” ?!

Naturalmente que quem ler o título da publicação de hoje por certo ficará reticente com o que poderá encontrar nela pelo facto da afirmação escrita por mim ser um tanto forte. Mas desengane-se o leitor, uma vez que, aquilo que o título poderá encerrar não será na verdade o mais...

O Dever, caminho para a realização

Os maçons falam muito de Dever. É natural. O aperfeiçoamento individual a que se dedicam implica, inevitavelmente, que identifiquem o que têm a corrigir e definam como fazer a correção, isto é, o que se deve fazer para melhorar. O caminho do maçom não é uma avenida de direitos, é uma...

meio-dia

Meio-dia

Repararam certamente que os meus textos aqui no A Partir Pedra são, desde há muito, sempre publicados precisamente ao meio-dia (hora legal de Portugal Continental). Faço-o propositadamente, porque o meio-dia é a hora em que os maçons iniciam os seus trabalhos. Não quer isto dizer que os maçons sejam uma...

meia-noite

Meia-noite

Meia-noite é a hora em que os maçons pousam as suas ferramentas e terminam os seus trabalhos – ou seja, o momento da morte física do maçom, a ocasião em que ocorre a sua Passagem para o Oriente Eterno, como é comum os maçons referirem. Ao referirem que os maçons...

Lição de um Mestre ao seu Aprendiz – VI

Antes do mais, sê muito bem-vindo entre nós. Estás aqui por teus méritos e, sobretudo, por tuas potencialidades. A ti, e só a ti, deves a admissão no seio dos obreiros desta Oficina da Augusta Ordem da Maçonaria. Nós, os que vos acolhemos, limitámo-nos a reconhecer em ti a capacidade...

Lição de um Mestre ao seu Aprendiz – V

Meu Irmão, finalmente estás onde deves estar, estás entre nós! Sempre que um novo elemento se junta a nós, toda a Loja se alegra. Mais um homem bom quer tornar-se melhor e, fazendo-o, nos ajudará, a todos e cada um de nós, a sermos um pouco melhores também! Sê, pois,...

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish