Os doze mandamentos maçónicos

Já no texto Mais Lojas Baden-Powell tive oportunidade de manifestar o meu desejo de aqui publicar informações relativas à actividade maçónica no Brasil, aliás procurando corresponder ao facto de a maioria das visitas a este blogue ser oriunda deste grande país de língua portuguesa. A maior limitação à realização desse desejo resulta da dificuldade de obtenção de informação que seja susceptível de interessar a generalidade dos visitantes do blogue.

Mas vou procurando…

Dei ontem com um texto publicado por Júlio Capilé em O Progresso, no qual o autor, além do mais, transcreve Os doze mandamentos maçónicos, da autoria de Joaquim Gervásio, que penso ser Joaquim Gervásio de Figueiredo, autor de um popular Dicionário da Maçonaria que, apesar da sua vetustez, continua a ser um livro muito útil para quem quer apreender o significado de muitos conceitos e termos utilizados em Maçonaria e escolas de pensamento que, de algum modo, com ela estiveram historicamente relacionadas.

Eis, pois,

Os doze mandamentos maçónicos

  1. – Deus é Todo-Poderoso, Sabedoria Eterna e Imutável e Inteligência Suprema. Honrá-Lo-ás com a prática das virtudes.
  2. – Tua religião será a de fazeres o Bem pelo prazer de fazê-lo. Jamais por obrigação.
  3. – Tua alma é imortal; nada farás, pois que a degrade.
  4. – Sê amigo do sábio e conserva os seus preceitos. Combate o vício sem descanso. Não faças aos outros, aquilo que não queres que te façam. Conforma-te com tua sorte conservando a luz do sábio.
  5. – Ama tua esposa, teus filhos e tua pátria, cujas leis obedecerás. Honra teus parentes, respeita os velhos, instrui os jovens e protege a infância.
  6. – Considera teu amigo como se fora outra parte de ti mesmo e jamais te afastes dele em seu infortúnio. Por sua morte, porta-te com ele como se ainda vivesse.
  7. – Foge das falsas amizades para resguardar e justificar a tua boa reputação.
  8. – Não te deixes dominar pela Paixão e sê indulgente para com o erro alheio.
  9. – Escuta mais, fala menos e age bem.
  10. – Esquece as injúrias; ao Mal respondas com o Bem e não abuses de tua superioridade.
  11. – Aprende a conhecer melhor os Homens, para te conheceres melhor a ti mesmo.
  12. – Busca a verdade, sê justo e evita a ociosidade.

Não é preciso ser-se maçon para se perceber que são boas regras de vida!

Rui Bandeira
Publicado no Blog “A partir pedra” em 10 maio 2007

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish