guerra, paz

Guerra em Tempos de Paz

A paz é dinâmica, portanto e por isso, é sempre imperfeita; ao mínimo percalço a guerra acontece, e quantas vezes já estamos nela sem saber. Na opinião de alguns estamos já numa situação de guerra, de baixa intensidade sim, mas em guerra, e o passado é fértil em casos desses,...

Pode um católico ser maçom?

Há tempos, no jornal Público, Ricardo Sá Fernandes, meu colega de profissão e membro do GOL (Grande Oriente Lusitano), publicou um pequeno texto em que se assumia como católico e maçom, defendendo que ambas as qualidades são plenamente compatíveis. Respondeu o padre Gonçalo Portocarrera de Almada, sustentando a posição inversa....

G

G de… Maçonaria

Embora a Maçonaria Continental use o símbolo do esquadro e compasso apenas com estes dois elementos, a Maçonaria anglo-saxónica, de tradição e língua inglesa, usa como símbolo notoriamente reconhecido como o da Maçonaria uma imagem similar à que encima este texto, com o esquadro, o compasso e a letra “G”....

tempo idade

O Tempo, a Idade e a Maçonaria – III

Ninguém se torna maçon sozinho, antes é iniciado por quem já passou por idêntica cerimónia, numa cadeia que remonta às difusas origens da maçonaria. É necessário que alguns vão chegando, pois que todos vão partindo um pouco a cada dia que passa. E se a diferença de idades permite que...

ritual

A importância do Ritual

Meus Irmãos, saúdo-vos fraternalmente, em todos os vossos graus e qualidades. A suspensão dos trabalhos presenciais por virtude da pandemia em curso revelou-nos a falta que o Ritual, a execução do Ritual, nos faz. É essa a natureza humana: muitas vezes só nos damos conta do que é importante quando...

O Tempo, a Idade e a Maçonaria – II

Mais do que uma idade certa, há uma maturidade certa para se ser iniciado. Muitos nunca atingem essa maturidade: nascem, vivem e morrem sem nunca perder um segundo com as “grandes questões”, tal a azáfama com que passam por esta existência. Outros atingem-na, encontram as sua próprias respostas, e deixa,...

O Tempo, a Idade e a Maçonaria – I

São condições mais ou menos universais (mas cada Obediência segue regras ligeiramente distintas) de admissão na maçonaria a maioridade e a independência económica; um menor não pode ser maçon, bem como o não pode ser alguém que não tenha meios de sustento. Na GLLP a idade mínima de admissão é...

Oriente Eterno

Oriente Eterno é a designação que os maçons dão ao que nos aguarda depois da morte física. Porquê Oriente e porquê Eterno? Talvez a mais remota manifestação da crença humana numa Entidade Superior se encontre nos cultos solares. Cedo a humanidade percebeu que o Sol era condição indispensável para a...

O silêncio do Mestre

Depois de O silêncio do Aprendiz (um dos textos mais lidos do blogue A Partir Pedra) e de O silêncio do Companheiro, é tempo agora de tratar do silêncio do Mestre. À primeira vista, poder-se-á pensar que a expressão constitui um absurdo, pois o Mestre Maçom não só não está...

Os limites da Tolerância

Quando se fala de Tolerância, é frequente vir à baila a questão dos seus limites. Existe alguma tendência para se considerar existir algo de contraditório entre a Tolerância e a consideração de existência de limites à mesma. A meu ver, esta é uma falsa questão, que um pouco de reflexão...

mestre

Oração de um Mestre a outros Mestres – II

Novos Mestres: Eis-vos finalmente na Câmara do Meio. Eis-vos merecidamente revestidos da plenitude de todos os direitos de Mestres Maçons. Eis-vos igualmente onerados com a totalidade dos deveres de Mestres Maçons. Estais na Câmara do Meio iguais entre iguais. Cada um de vós não é menos, não vale menos, do...

Oração de um Mestre a outros Mestres

Novos Mestres: Foi longo o tempo que mediou entre a vossa iniciação e este dia. É assim que deve ser, porque o Tempo também é construtor e as mudanças perenes não se fazem de um dia para o outro. No dia da vossa Iniciação, simbolicamente terminaram a vossa vida profana...

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish