Dadores de Sangue

A R:. L:. Mestre Affonso Domingues, nº 5 em estreita colaboração com a Grande Loja Regular de Portugal/GLLP realiza regularmente iniciativas visando a recolha de sangue.

É gratificante saber que partilhamos a recuperação de alguém em estado de saúde complicado.

Juntos somos poucos.

sangue1sangue2Como é do conhecimento de todos, o sangue não se fabrica artificialmente e só o Ser Humano o pode doar. Por esta razão, o sangue existente nos Serviços de Sangue depende inteiramente do gesto valiosíssimo de todos aqueles que generosamente, de forma benévola e regular, efectuam a sua dádiva de sangue.

O sangue é necessário todos os dias, pois todos os dias existem doentes com anemia, doentes que vão ser submetidos a cirurgia, doentes acidentados com hemorragias, doentes oncológicos que fazem tratamento com quimioterapia, doentes transplantados, etc. Todas estas situações necessitam de fazer tratamento com Componentes Sanguíneos. Enquanto um doente com anemia pode necessitar de 1 ou 2 unidades de sangue, um doente com transplante de fígado pode necessitar de mais de 20 unidades de sangue e um doente com leucemia pode necessitar de mais de 100 unidades de Componentes Sanguíneos.

Uma unidade de sangue total representa 450 ml. Cada indivíduo tem em circulação 5 a 6 litros de sangue, dependendo da superfície corporal. O sangue doado é rapidamente reposto pelo nosso organismo. A unidade de sangue depois de colhida vai ser separada nos seus constituintes: Glóbulos Vermelhos, Plasma e Plaquetas ou Crioprecipitado conforme a opção. Assim, uma dádiva de sangue pode beneficiar pelo menos três doentes.

Não existe qualquer possibilidade de contrair doenças através da dádiva de sangue. Todo o material utilizado é estéril e descartável, usado uma única vez.